A caridade enquanto fundamento da lei e da justiça, via mestra da Igreja, luz para todas as sociedades

Apesar de todos os seres terem recebido de Deus leis naturais, coube exclusivamente ao homem a lei moral e o livre arbítrio. É pelo instinto de sociabilidade a ele inerente 3 que procura relacionar-se com o próximo e vive fundamentalmente em sociedade, excetuando-se alguns casos mais raros e particulares. Ora, esta vida comunitária traz para o ser humano um conjunto de direitos e deveres a serem tutelados e que devem regê-lo na sua convivência com os demais.

Arautos do Evangelho

Anúncios
Esse post foi publicado em atualidade, evangelho e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s