A situação brasileira é desesperadora

Na medida que, no geral, os indivíduos esperam do estado sua remissão, através da figura de políticos cujos interesses (os verdadeiros), em geral, são contrários ao interesse do público, isto resulta em sucessivas decepções (sarney, collor, fhc, lula, etc), fazendo brotar uma perigosa apatia. Os valores vão sendo vagarosa, porém continuamente, erodidos (gayzismo, abortismo, corrupção, etc). A revolta interior nos indivíduos é crescente. Isso vai ao encontro da estratégia marxista ocidental de alienação por um lado, e por outro a violência sendo cevada no íntimo de cada um. A própria sensação de impotência diante da realidade torna o indivíduo violento na proporção direta da insegurança na qual vai sendo imerso. E essa violência represada, na medida que tudo o que é importante desaba, tende a explodir, dando início assim ao processo – a reação em cadeia – conhecido como revolução. Ocorre que da revolução só se tem conhecimento o início, sendo que seu desenrolar, e seu possível fim, não são imediatamente previsíveis. Porém, tais eventos são perfeitamente dedutíveis por associação, a partir de experiências anteriores, quando das erupções do nazismo e do comunismo dentro da realidade. Um legado de horror, destruição e morte.

Publicado originalmentem em Notas do Facebook, 31 V 2011.

Anúncios
Esse post foi publicado em atualidade, pensamento próprio, realidade, revolução. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s