Natal na Catedral de Colônia: ativista do Femen profana altar diante do Cardeal Meisner.

Levantai-vos, soldados de Cristo! Chegou a hora de mostrar vossa lealdade e gratidão ao Senhor Nosso Deus.

Fratres in Unum.com

Por Spiegel Online | Tradução: Fratres in Unum.com – Colônia: Pouco depois do início da Missa matutina de Natal, na Catedral de Colônia, a ativista do Femen Josephine Witt (20) arrojou-se da primeira fileira e pulou em cima do altar vestindo apenas uma roupa íntima. Ela havia pintado a expressão “Eu sou Deus” em seu peito. A mulher foi retirada das vistas do Arcebispo Cardeal Joachim Meisner pelo serviço de segurança da Catedral.

femen

Witt, que se autodenomina “Markmann”, tornou-se conhecida através de diversos protestos do Femen, incluindo um protesto contra Wladimir Putin. No final de maio ela fez parte das ativistas do Femen que foram presas e condenadas a quatro meses de prisão após protestarem nuas na Tunísia. As mulheres foram liberadas com ajuda diplomática em junho de 2013.

Segundo informações da polícia, até o início da celebração católica, Witt estava sentada na primeira fileira, vestindo um casaco de couro…

Ver o post original 254 mais palavras

Anúncios
Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Quais as consequências de se crer em reencarnação

Pátria Ferida

Palestra do Padre Paulo Ricardo de Azevedo Júnior, postado em 03.12.2013.

Ver o post original

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

A queda de Lúcifer (I)

O QUE DETONOU FINALMENTE A SUA REBELIÃO?

Lúcifer : Quando percebi que Deus estava para criar alguém semelhante a Ele e, por conseqüência, superior a mim, não consegui aceitar o fato. Manifestei então os verdadeiros propósitos do meu coração.

[Isaías 14:12-15]

Abaixo a transcrição da Bíblia Ave Maria, Livro de Isaías, capítulo XIV, versículos 12 a 15:

Então! Caíste dos céus, astro brilhante, filho da aurora! Então! Foste abatido por terra, tu que prostravas as nações!

Tu dizias: Escalarei os céus e erigirei meu trono acima das estrelas. Assentar-me-ei no monte da assembléia, no extremo norte.

Subirei sobre as nuvens mais altas e me tornarei igual ao Altíssimo.

E, entretanto, eis que foste precipitado à morada dos mortos, ao mais profundo abismo.

A seguir a Vulgata Latina, Liber Isaiae, caput XIV, versibus XII ad XV:

quomodo cecidisti de cælo lucifer qui mane oriebaris corruisti in terram qui vulnerabas gentes

qui dicebas in corde tuo in cælum conscendam super astra Dei exaltabo solium meum sedebo in monte testamenti in lateribus aquilonis

ascendam super altitudinem nubium ero similis Altissimo

verumtamen ad infernum detraheris in profundum laci

 

fonte: recebi por e-mail um texto com várias passagens que vou transcrever aqui, porém não tem referência ao autor.

obs.: As referências à Bíblia Ave Maria e Vulgata Latina foram inseridas por mim.

Publicado em catolicismo | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Ela está viva! (via Vida sim, aborto não!)

Ela está viva! "No céu… No céu… Com minha Mãe estarei…" E o nome da Virgem era Maria e ela viva está. Aleluia, aleluia, aleluia! Neste dia 15 de agosto é Páscoa outra vez. A Páscoa da Virgem Maria! A Mãe do Senhor foi elevada aos céus, venceu a morte e reina pelos séculos do séculos pelos méritos de seu Filho. É claro, digo isso com certo pudor… O pudor de quem se sente incomodado de falar em morte quando fala de Nossa Senhora. Teria a Virgem morrido? A … Read More

via Vida sim, aborto não!

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja; e as portas do abismo nada poderão contra ela". (via Fratres in Unum.com)

"Sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja; e as portas do abismo nada poderão contra ela". Outrora, era uma fonte de perplexidade para quem crê, como lemos nos salmos e nos profetas, ver que os maus tinham êxito onde os servos de Deus pareciam fracassar. E o mesmo se passa ao tempo do Evangelho. E no entanto a Igreja possui este privilégio especial, que mais nenhuma outra religião tem, de saber que, tendo sido fundada aquando de primeira vinda de Cristo, não desaparecerá antes do Seu regresso. Contudo, em cada geração, parece que sucum … Read More

via Fratres in Unum.com

Publicado em catolicismo | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

O milagre vivo que foi Marthe Robin (via perspectivas)

O milagre vivo que foi Marthe Robin O testemunho da vida de Marta Robin é a prova irrefutável da realidade da transcendência.Perante a realidade objectiva e concreta que foi a vida de Marta Robin (ou Marthe Robin), espanta-me que nunca tenha visto um documentário sequer em um qualquer canal de televisão acerca dela. Como é possível que a comunicação social seja tão enviesada e ideologicamente manipulada a ponto de escamotear a própria realidade ontológica? Marta Robin nasceu numa a … Read More

via perspectivas

Publicado em catolicismo, reblog | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Assim pensa Dráuzio Varella (I)

“Independentemente de julgamentos morais, a clonagem reprodutiva deve ser proibida por lei, porque não existe a menor segurança de que bebês gerados por meio dela serão bem formados.” ( Dráuzio Varella, em Instituto de Estudos Avançados da USP – IEA: “Clonagem Humana”, 01 V 2004 – http://bit.ly/r3qJ5Y )

Questões:

1. “Independente de julgamentos morais”: a qual moral se refere o militante ateu e médico?

A moral está na religião. Ele não percebe isso, ou faz que não percebe. Qual seria então a moral a qual Varella se refere, sendo ele um indivíduo anti-religioso? A moral do Homem? Mas o Homem é suspeito para definir sua moral, pois seria algo que atenderia aos seus interesses. Seria isso moral?

“Você pode tudo, mas nem tudo lhe convém”.

2. “clonagem reprodutiva deve ser proibida por lei, porque não existe a menor segurança de que bebês gerados por meio dela serão bem formados”:

Isso nos leva a crer que, a partir do momento, quem sabe, que a clonagem reprodutiva apresente (hipótese) alguma (mesmo a menor) segurança, então ela poderá deixar de ser proibida? Isto sugere um pensamento utilitarista, ou seja, que, de acordo com a situação favorável ou não no momento em relação a determinado tema, lhe confere status de certo ou errado. Em suma: o que é errado hoje pode ser certo amanhã. Isso é moral?

Vejamos o texto que segue:

“Due to the inefficiency of animal cloning (only about 1 or 2 viable offspring for every 100 experiments) and the lack of understanding about reproductive cloning, many scientists and physicians strongly believe that it would be unethical to attempt to clone humans. Not only do most attempts to clone mammals fail, about 30% of clones born alive are affected with “large-offspring syndrome” and other debilitating conditions. Several cloned animals have died prematurely from infections and other complications. The same problems would be expected in human cloning. In addition, scientists do not know how cloning could impact mental development. While factors such as intellect and mood may not be as important for a cow or a mouse, they are crucial for the development of healthy humans. With so many unknowns concerning reproductive cloning, the attempt to clone humans at this time is considered potentially dangerous and ethically irresponsible. See the Cloning Ethics links below for more information about the human cloning debate.” ( Human Genome Project Information: “Cloning Fact Sheet” – http://1.usa.gov/nh8UUR )

A linha central que rege o trecho acima descrito coincide com o pensamento varellista, ou vive-versa. Verifica-se claramente a “moral utilitarista” embutida, o que nos indica que se trata mais de uma escola de pensamento (ou pseudo-religião):

“With so many unknowns concerning reproductive cloning, the attempt to clone humans AT THIS TIME is considered potentially dangerous and ethically irresponsible.”

A expressão “AT THIS TIME” fala por si mesmo.

Pode ser antiético agora, mas amanhã… Who knows? Há uma moral que “evolui” com o “progresso histórico”. Assim como uma “opinião pública” que “evolui” com o “progresso histórico”. Onde será que está a raiz dessa “escola de pensamento”? Não é nada difícil descobrir, principalmente quando se deduz a idéia do “progresso histórico” embutida.

Publicado em atualidade, revolução | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário